Airbnb ou hotel tradicional?


Você sabe o que é Airbnb?

Trata-se de uma plataforma de aluguéis para curta temporada, excelente para quem quer viajar, sentir-se morador do local e economizar.

Mas a opção será sempre sua, é claro.

Vou passar um pouco de minha experiência e tentar ajudá-lo na resolução de sua próxima estadia. E, caso vocês queiram colocar seus imóveis na plataforma, passarei um pouco de minha experiência também.

Tenho dois apartamentos em São Paulo e uma casa em Alphaville que estão disponíveis nas plataformas do Airbnb. Sou usuária de apartamentos e casas disponíveis pelo mundo através da mesma plataforma.

No primeiro caso, mantenho meus apartamentos alugados durante o ano todo e confesso nunca ter tido problema algum com meus visitantes. Deixo o apartamento arrumado conforme a solicitação e volto para a limpeza após o check-out. Nunca encontramos coisas quebradas ou com problemas.

Por outro lado, sempre que viajamos ficamos períodos longos fora de casa e costumamos mesclar as viagens entre hotéis, Airbnb e time-sharings. Isto porque adoro os hotéis, principalmente os de luxo ou os históricos, mas sinto uma falta imensa da cozinha, de fazer a própria comida, de ir ao supermercado comprar e provar as opções regionais ou entrar em uma fazenda e comprar produtos e, neste caso, somente tendo a possibilidade de uma cozinha, caso contrário, não poderia comprar e provar tais produtos.

A plataforma do Airbnb é bastante confiável, mas, como tudo, é preciso atenção na escolha e verificar exatamente se o local atende às suas necessidades em todos os requisitos. O primeiro e mais importante é saber se o anfitrião estará disponível para te atender caso tenha algum problema. Posteriormente os outros e aí cabe a você priorizar confortos no apartamento ou casa, necessidades, localização, transporte próximo, entre outras particularidades para cada viagem.

A maior segurança da plataforma, assim como do anfitrião, são os comentários, pois neste caso são feitas avaliações de ambos os lados.

As regras da plataforma são rígidas, então preste atenção. E também saiba as regras do local onde você está alugando, pois são edifícios residenciais e você terá de respeitá-las ou pagar por elas caso faça o que não deve fazer.

Vou dar um exemplo:

Nova Iorque tem regras rígidas em relação ao lixo da cidade. Em frente aos apartamentos existem vários latões, observe que cada um é para um tipo de lixo. Se você jogar um saco de lixo todo misturado em um dos latões dará ao edifício uma multa de U$ 300 a U$ 1.500, o que seria muito ruim. Então, sempre se informe e faça certo. Você tem a opção de separar seu lixo em sacolas ou descer com uma única sacola e separá-la entre os latões, então não há desculpas.

Você vai me perguntar: como saberei se separei certo ou não?

Eles saberão, pois o próprio lixeiro, sentindo que algo está errado, abrirá seu lixo e, seja em uma compra ou uma carta que esteja também no lixo, a informação chegará até você.

Outro lixo que precisa ser verificado é o orgânico. Este precisa estar muito bem fechado para não atrair os ratos. Outro fato interessante é que os eletrônicos são inadmissíveis no lixo, podendo valer um processo.

Airbnb ou hotel tradicional?

Eu e minha filha estamos em Nova Iorque para uma viagem de 10 dias com o objetivo de visitar as galerias de arte e os museus. Para isto, escolhemos o bairro Chelsea, pois aqui existe uma concentração de galerias e o bairro foi revitalizado. Com isso, está repleto de opções culturais e gastronômicas, valendo a pena visitar.

Ficar em um hotel tornaria nossa viajem muito mais cara e não aproveitaríamos o hotel, pois passamos praticamente o dia todo fora de casa, então optamos pelo Airbnb, que possibilitou a viagem e nos deu o conforto e privacidade que queríamos.

Aqui fazemos nosso café da manhã e uma refeição ou outra.

Para a escolha do apartamento o ideal seria estar próximo do metrô, do supermercado, farmácia e conseguimos locar um perfeito.

Uma questão importante foi saber como seria o nosso check-in, já que no geral os apartamentos na Europa e nos Estados Unidos não têm um zelador para lhe atender. Com isto preste muita atenção e combine muito bem antes. No nosso caso, as chaves estavam dentro de um case com códigos e nada mais, tudo fica fácil quando bem esclarecido.

Muitos outros detalhes são importantes, então o bom é perguntar tudo, pois você não terá ajuda física. No máximo, o seu anfitrião estará no WhatsApp ou na própria plataforma falando com você.

Já fiquei em Paris, em Cassis e agora Nova Iorque e as experiências foram fantásticas. No caso de alugar para outros, não tenho do que reclamar.

Agora cabe a você decidir: ir para um hotel, ter todas as regalias e pagar por isto ou ficar em um apartamento e sentir-se um morador?

Comments

comments

inexx869
About me

To update Biographical Info , go to: http://yourwebsite/wp-admin/profile.php

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *